Texto dissertativo: da argumentação ao tema de redação

O texto dissertativo, muito usado em provas de vestibulares, se constitui em um gênero discursivo que reúne argumentos a partir de referências socioculturais informativas em defesa de um ponto de vista. Embora seus critérios corretivos/avaliativos possam variar de acordo com as exigências de cada universidade, sua funcionalidade, em geral, consiste em levar a opinião do autor. FUVEST, UNESP, UNICAMP, UFSC e UDESC são algumas das universidades que cobram dissertações em seus vestibulares. 

A temática sugerida pela Studos, em parceria com o professor Everaldo Radlinski, sobre a interação do humano e o linchamento virtual tomou conta das redes nas últimas semanas. À vista disso, decidimos suscitar uma reflexão acerca do diálogo humano e de seus cancelamentos, relacionando-os à importância da comunicação humana. 

No texto 1, está impressa a ideia de troca de informações e harmonia, uma vez que os galos só conseguem tecer a manhã porque há consonância em seus cantos. Ou seja, o poema agrega a noção de similitude, indo de encontro a uma representação do instinto, presente no animal enquanto ser irracional.

Já o texto 2 enaltece o contato, quase que onipresente, das comunicações virtuais; em contrapartida, expõe a perda das relações de tato, tal qual um cardápio humano por que se escolhe a pessoa, o assunto, o tempo, o desejo e o interesse. Esse pensamento do sociólogo Bauman denota o aceitar de um lado e o descartar de outro, como se as relações humanas tivessem/portassem/fossem obsolescência programada.

De acordo com o texto 3, a cultura do cancelamento pode ser definida como um Tribunal da Internet, em que se julga a partir do senso comum a dignidade humana, ora por mera plateia ante o espetáculo, ora pela tirania da crença em suas próprias ideologias. Esse modo de julgamento social estanca o fluxo das comunicações humanas com/como um muro invisível de cinco metros cheio de espinhos: um disruptivo preconceituoso!

E, com fartos comentários maldosos, a motivação do texto 4 abraça o leitor e o envolve com vários discursos de pré-julgamentos diante do comportamento do médico Dráuzio Varella em seu abraço a uma trans condenada por homicídio e estupro para com uma criança. Assim, os paladinos da moral hipócrita alimentam o espaço democrático com os seus jugos, com as suas cangas, disfarçados sob a pele de opiniões éticas, livres e isentas. 

Enquanto o poema de João Cabral de Melo Neto incorpora uma abordagem metalinguística e versa sobre a comunicação humana por meio da licença poética, o excerto de Bauman alude ao mesmo assunto sob o prisma da sociologia. A conceituação apresentada no texto sequencial, por sua vez, representa o que ocorre quando há um cancelamento na troca de informações própria da comunicação e, logo abaixo, essa ruptura é ilustrada.

Além da proposta e dos textos motivadores, este material abrange diversos exemplos de referencial sociocultural-informativo para dar suporte às produções textuais que serão feitas a partir dele, bem como uma grade universal de critérios avaliativos. A amplitude do tema escolhido abre precedente para que o aluno siga diferentes perspectivas, isto é, com enfoque na comunicação ou no cancelamento. Salienta-se a importância de ler o material na íntegra e exercitar a escrita ao final.

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → Textos motivadores

2 → Entendendo o comando da proposta

3 → Referência sociocultural-informativa

1 → Textos motivadores

Considere os excertos e a imagem abaixo e redija um texto dissertativo sobre a comunicação humana e a cultura do cancelamento. Assuma uma posição sobre o tema e defenda-a com argumentos consistentes.

Texto 1:

Tecendo a Manhã

Um galo sozinho não tece uma manhã:

ele precisará sempre de outros galos.

De um que apanhe esse grito que ele

e o lance a outro; de um outro galo

que apanhe o grito de um galo antes

e o lance a outro; e de outros galos

que com muitos outros galos se cruzem

os fios de sol de seus gritos de galo,

para que a manhã, desde uma teia tênue,

se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos,

se erguendo tenda, onde entrem todos,

se entretendendo para todos, no toldo

(a manhã) que plana livre de armação.

A manhã, toldo de um tecido tão aéreo

que, tecido, se eleva por si: luz balão.

Referência

Texto 2:

Texto 3:

Os antigos costumes do mundo se desconstroem em longos e dolorosos passos. O racismo passa a ser menos tolerado, piadas sobre os hábitos antigos dados às mulheres já não têm mais graça e o bullying online enfrenta o crivo analítico de diversas redes sociais. Porém, o mundo, essencialmente na internet, agora se encontra em busca da perfeição.

Há quem faça comentários desnecessários na internet propositalmente, seja para chamar a atenção ou por querer manifestar seus pensamentos, e também há quem seja contra a ideia de desconstrução social e tem dentro de si ideais enjaulados que parecem nunca ter acesso à modernização. Em ambos os casos, a internet se tornou uma grande justiceira e uma nova forma de justiça social surgiu: a cultura do cancelamento.

[Adaptado com alterações] https://canaltech.com.br/comportamento/o-que-e-cultura-do-cancelamento-164153/

Texto 4:

texto dissertativo

Interface gráfica do usuário, Texto, AplicativoDescrição gerada automaticamente

2 → Entendendo o comando da proposta

Plus ao quadrado:

1. Baixa – Ou Brainstorm – sobre o Comando da Proposta

Comando: A comunicação humana e a cultura do cancelamento

Arranjos possíveis a partir da chuva de ideias:

TEMA (eixo central do texto):

A comunicação dos homens e o discurso do isolamento

RETOMADA DO TEMA (eixo central do texto):

O comunicar-se humano e o cultivo do prejulgamento

 2. Divisão de tema – Ou expectativas/abordagens possíveis

Quatro tópicos frasais possíveis a partir dos textos motivadores:

1.ª … escancaram a “cantiga” incoerente dos discursos canceladores.

2.ª … acentuam o carimbo do interesse egoísta e desumano das conversas.

3.ª … protagonizam a tragicomédia da ignorância travestida de “justiça”.

4.ª … arvoram a supremacia dos “juízes do cotidiano” em suas ideias.

3 → Referência sociocultural-informativa – Método Radlinski

Argumento por fato exemplo:

Woody Allen lamenta sofrer cancelamento e diz que gostaria de rever os filhos

texto dissertativo

https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2021/02/woody-allen-85-afirma-que-gostaria-de-reencontrar-os-filhos.shtml

Argumento por fato exemplo:

J.K. Rowling: autora de ‘Harry Potter’ foi de fada sensata a cancelada

Matéria completa: UOL

Argumento por fato exemplo:

De favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 21 (Big Brother Brasil), a rapper Karol Conká acumula cancelamentos e pode ter prejuízo de até R$ 5 milhões, considerando perdas com publicidade no Instagram, shows e programas de TV. Os cálculos são da Brunch, agência especializada em influência digital.

A agência levou em consideração três aspectos para chegar ao preço de uma publicidade nas redes sociais do criador: custos de produção, uso de imagem e distribuição.

Matéria completa: Istoe Dinheiro

Argumento por ilustração fictícia:

Às vezes, quando duas pessoas estão juntas, apesar de falarem, o que elas comunicam silenciosamente uma à outra é o sentimento de solidão.

Clarice Lispector, ….

Argumento por ilustração fictícia:

A palavra exata é um pequeno diamante. Embeleza tudo: o convívio, o poema, o amor. Quando a palavra não tem serventia alguma, o silêncio mantém-se no posto daquele que melhor fala por nós.

Martha Medeiros, 2011.

Argumento por autoridade:

Já não nos apreciamos suficientemente quando nos comunicamos. As nossas experiências genuínas de nenhum modo são loquazes. Não poderiam, ainda que quisessem, comunicar-se, porque lhes falta a palavra. […] Em todo o falar há um grão de desprezo.

Friedrich Nietzsche, 1988.

Argumento por autoridade:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

[…]

IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

[…]

IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

Argumento por autoridade:

texto dissertativo

https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/especial-publicitario/new-saude-leader/guia-do-plano-de-saude/noticia/2020/08/24/cultura-do-cancelamento-psicologia-explica-tudo.ghtml

Argumento histórico:

A intolerância sempre existiu ou é um fenômeno recente?

A dificuldade em aceitar o diferente não é um fenômeno apenas da nossa época. Não precisamos ir muito longe, basta lembrar que em nosso processo de “colonização” as diferenças entre as populações que aqui viviam e os europeus foram motivos de violência e perseguições. Em seguida, a crença da superioridade racial dos colonizadores foi o que motivou a escravidão dos negros, que durou quase 4 séculos.

Confira outros conteúdos sobre redação:

Desenvolvimento da redação ENEM

Introdução da prova de redação ENEM

Como começar uma redação ENEM