Como fazer a conclusão da redação ENEM?

Como fazer a conclusão da redação Enem é uma dúvida muito comum entre os nossos studers. Por isso, este post, o último da série produzida em parceria com o nosso bruxo da redação, professor Everaldo Radlinski, abordará técnicas para você fazer a conclusão da melhor redação da sua vida no Enem. Ainda não acessou os primeiros conteúdos? Então o que está esperando? ?

? Como começar uma redação Enem

? A intencionalidade da prova de redação Enem

? Estrutura textual para o desenvolvimento da redação Enem

Pronto? Agora vamos, juntos, fazer a conclusão de uma redação Enem nota 1000! ?

Nos artigos anteriores, redigiram-se uma introdução sobre a Redescoberta do Patriotismo no Brasil e dois parágrafos de Desenvolvimento sobre a Epidemia de Suicídios no Brasil.

Agora, com base no esquema mental desenvolvido pelo Método Radlinski, chega o momento em que há de redigir-se a conclusão da redação.

E quais esquemas usar para a conclusão de uma redação nota 1000? Siga as seguintes estruturas:

PF + RT + V + AI + D.

PF + ME + A + MO + D + V + E + D.

Logo, + FLOREIO!

Nesses esquemas, as legendas equivalem às seguintes descrições:

PF Palavras de finitude, conteúdo analítico: [ Infere-se, pois, que…]; [Depreende-se, pois, que…].
RT Retomada de Tema, isto é, presença do comando,
V Verbo expressivo de pedir [Exige; Conclama; Clama; (con) clama];
AI Ação interventiva – sugestões – [Política pública, Lei, ou Comportamento.;
D Descrição;
ME Meio;
A Agente;
MO Modo;
E Efeito.
FLOREIO Enfeite textual.

A conclusão da redação Enem na prática

Após aplicar as estruturas delineadas acima, você desenvolverá uma conclusão como no fragmento a seguir:

Depreende-se [PF], portanto, que a dolorosa epidemia de suicídio [RT] requer [V] a corresponsabilidade de uma cultura de acolhimento [AI], em que a filosofia do ouvir e o fortalecimento dos laços afetivos nutram a prevenção [D]. Portanto [PF], a ampla disseminação de casas de apoio [ME], pelo Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, conjuntamente à sociedade voluntária [A], com campanhas online, divulgação de cartazes e cadastramentos de cidadãos dispostos a ouvir [MO], que promovam o diálogo intrafamiliar e institucional [D], quebrará o tabu da morte autoprovocada [E]. Logo, a morte prenunciada de tantos “Cancellier’s” encontrará ouvidos atentos à vida [Logo, FLOREIO = neste caso, volta à inspiração.].

Conforme exemplificado, na conclusão, o pensamento argumentativo passa pela retomada do Comando principal (Tema) e pela proposta de intervenção

No caso do parágrafo desenvolvido acima, a proposta de intervenção se desdobrou sobre o conjunto de ações governamentais e individuais, fundamentais para a construção de uma “filosofia do ouvir”.

O problema que evoca essa solução consiste no sentimento de abandono familiar e institucional sofrido pelo suicida.

Assim, a ação interventiva suscita as seguintes perguntas:

[AI] Diante do problema, o que se fez?
[ME] Com o que se fez?
[A] Quem fez?
[MO] Como fez?
[D] Detalhamento
[E] E o resultado

Você aprendeu sobre a produção da conclusão da redação ENEM, mas ainda fica com medo de não saber como começar sua redação? Aprenda a sumir com o “branco” e com o nervosismo que podem te afetar na hora da prova!

Studos o melhor aplicativo para você estudar e fazer a conclusão da redação enem

Como começar uma redação ENEM

Sabe aquele momento em que você se depara com a prova de redação ENEM e bate um enorme nervosismo?

Hoje, você descobrirá o que fazer para sumir com esse nervosismo e, de quebra, aprenderá a aquecer sua mente de uma maneira muito simples.

Nesta série de artigos produzidos pela parceria Studos + Método Radlinski, você já aprendeu sobre a intencionalidade da prova de redação ENEM, assim como já teve acesso às melhores técnicas para redigir a introdução, o desenvolvimento e a conclusão de seu texto.

Mas resta a pergunta: o que produzir primeiro ao abrir a prova de redação ENEM?

Conheça a técnica, desenvolvida pelo Método Radlinski, que mudará o modo como você escreve!

Como começar uma redação ENEM: A Baixa

A Baixa abarca uma ferramenta muito simples e poderosa.

Ela consiste em decompor os significados/sinônimos dos termos presentes no comando da temática apresentada.

Tome por exemplo, as Baixas a seguir, realizadas com base no tema “O valor, o papel e a função da família tradicional”

O valor,o papele a funçãoda famíliatradicional
O significado, o dever e a missão do núcleo familiar clássico
A importância, a obrigação e a incumbência da parentela comum
A relevância, o encargo e a posição do lar convencional

Com a prática, realizar a Baixa induzirá seu cérebro a acessar certas significações. E isso vale muito naquela hora em que bate o branco.

Veja que, ao decompor os sinônimos de cada vocábulo, automaticamente, você dispõe de frases que podem ser utilizadas para retomar o tema da redação, em determinados momentos de seu texto.

Quer mais dicas geniais como esta? Acompanhe, continuamente, nossas redes!

Bons Studos!

Studos e Redação Enem

A intencionalidade da prova de redação ENEM

Preparar-se para a prova de redação ENEM demanda uma compreensão sobre o que a banca examinadora espera de você, enquanto produtor de texto, no cenário de uma prova desenvolvida pelo Governo Federal, ou seja, faz-se necessária a identificação da intencionalidade do exame. Após a identificar, durante a escrita, você deve observar, pontualmente, certos objetivos e propósitos para que seu texto atenda aos critérios utilizados pela Banca.

Analisando as últimas propostas da prova de redação ENEM, é possível reconhecer a presença de muitos temas em que predominam os problemas sociais. Essas temáticas envolvem assuntos objetivos e partilhados na vida concreta. Portanto, para desenvolvê-los, é essencial a utilização de uma linguagem simples, direta e objetiva, a fim de os contornar de modo responsivo à intencionalidade.

(mais…)

Redação nota 1000: como escrever

A Studos, em parceria com o professor de redação, Everaldo Radlinski, preparou dicas sobre como escrever uma redação nota 1000 no ENEM.

Everaldo é professor há 16 anos e criou uma metodologia própria de criação de textos, o método Radlinski, que está trazendo excelentes resultados entre seus alunos, incluindo a estudante que tirou na redação nota 1000 no ENEM de 2014.

Preparado para aprender a escrever a melhor redação da sua vida?

(mais…)

O Prof. de redação, Everaldo Radlinski, explica como tirar nota máxima nos textos dos vestibulares.

O professor de redação, Everaldo Radlinski, da aulas em cursos pré-vestibulares desde 1999 e agora vai estar escrevendo para o blog do Studos com o intuito de ajudar os alunos a alcançar a nota máxima nas redações dos vestibulares de Santa Catarina, ENEM e outros estados. No post de hoje ele relata o processo de criação e o que se trata o Método Radlinski.

MÉTODO RADLINSKI – A MELHOR REDAÇÃO DA SUA VIDA! 

 O método Radlinski de redação consiste num estilo próprio de escrita. Essa técnica nasceu há dezesseis anos, quando da procura, pelos alunos, de um jeito que os deixasse seguros no momento da produção de texto.
Longe de estar pronto, o Método se aprimora a cada volta de um aluno diante do enfrentamento dos “vestibas”. Os vestibulares mudam, semestral ou anualmente, tendo em vista as cobranças das Universidades em que as provas passam a ser mais rigorosas quanto aos critérios de correção e avaliação. Devido a esse frenesi das Bancas na busca pela avaliação “perfeita”, o método Radlinski surge como um norte para o candidato que deseja preparar-se bem para a prova de redação.
O estilo Radlinski de produção textual envolve toda uma técnica trazida da formação do professor em sua formação no Curso de Letras e Literatura Brasileira e Portuguesa e também de seu bacharelado em Direito, bem como de seu estudo na pós-graduação (especialista em ensino de língua portuguesa); contudo, a consolidação do sucesso do método veio do dia a dia da sala de aula, do vaivém dos alunos em suas provas com suas notas, e com suas angústias, e com seus sucessos, e com seus retornos “professooooor passeeeeeei!!!!!”,  e da vontade de construir um jeito diferente de produção de texto, isto é, de uma maneira de “construir a redação sem medo”.
Para cada instante de construção do texto, há uma técnica, há um modo, há um como fazer!
Sem “subjetividades” ou “achismos”, cheios de falsos elogios, retóricas vazias e/ou noções generalizantes, o Método proporciona o SABER FAZER da escrita, o SABER ESCREVER para o vestibular e para toda a vida!