Redação nota 1000: como escrever

A Studos, em parceria com o professor de redação, Everaldo Radlinski, preparou dicas sobre como escrever uma redação nota 1000 no ENEM.

Everaldo é professor há 16 anos e criou uma metodologia própria de criação de textos, o método Radlinski, que está trazendo excelentes resultados entre seus alunos, incluindo a estudante que tirou na redação nota 1000 no ENEM de 2014.

Preparado para aprender a escrever a melhor redação da sua vida?

#1: Partes de uma introdução bem feita

O que fazer após ler a proposta? E as linhas em branco? Como começar?

A introdução causa pânico a alguns alunos. Para outros, ela se apresenta como a maior dificuldade diante de textos dissertativos. Aos preparados, contudo, significa a oportunidade de nortear o melhor texto, a melhor redação. Portanto, aprofunde seus conhecimentos sobre este instante inicial, para sentir-se seguro no momento de escrevê-la.

Inspiração = fato histórico, ilustração real ou ilustração fictícia

Esta parte dissertativa terá um limite de até quatro linhas numa dissertação que exija um máximo de trinta linhas escritas. Escrever mais significa gastar tempo e esforço desnecessários, uma vez que ela possui a função de causar a mostra de intelectualidade pelo candidato aos corretores das bancas avaliadoras.

Por conseguinte, o próprio nome já caracteriza: “inspirar-se”, e não um momento de aprofundar o fato histórico e/ou a ilustração. Há, hoje, umas 15 formas de produzi-la; contudo, o estilo de cada qual não limita a criatividade.

1) Fato histórico

Trata-se de dados oficiais da história já há muito conhecidos ou de fatos com referência à data. Ele se encontra em aulas de história, livros, apostilas e situações faladas que gerem conhecimento da data.

Qualidades textuais: gera a contextualização de seu texto e a interdisciplinaridade.

2) Ilustração real

Advém da própria vida de pessoas (mas evite sua própria pessoalização) e/ou de fatos bem conhecidos, de notícias escritas ou faladas, de documentários e de biografias.

Qualidades textuais: causa leveza a textos excessivamente objetivos, reforça a tese e manifesta a interdisciplinaridade.

3) Ilustração fictícia

Retira-se de obras literárias, livros diversos, novelas, minisséries, filmes, seriados e de citações de filósofos, sociólogos e de escritores também, notoriamente, conhecidos.

Qualidades textuais: também causa leveza a textos excessivamente objetivos, reforça a tese e manifesta a interdisciplinaridade.

Confira alguns exemplos

Temática: Três propostas viáveis para o desenvolvimento do Brasil nos próximos quatro anos: uma para a saúde, uma para a educação e uma contra o crime e a violência, vestibular ACAFE/Verão de 2015:

Introdução redação nota 1000
Redação nota 8 de 10 pontos
Redação nota 1000: como escrever?
Redação nota 8,5 de 10 pontos

Temática: As vantagens e desvantagens de o Brasil sediar a Copa do Mundo de 2014. Vestibular ACAFE/Inverno de 2014

Redação para vestibular: como escrever para atingir nota 1000
Redação nota 9,0 de 10 pontos

Considerações

Todas as inspirações possuem detalhes técnicos e lógicos de produção aplicáveis a qualquer tema. As redações-exemplo vêm do calor do momento de produção textual, com tudo aquilo que o aluno enfrenta para escrever, na hora em que vê o tema à frente; portanto, mais real, impossível.

Com técnica, não há tema que intimide a produção, uma vez que o aluno se encontra seguro do que fazer e como fazer. É só começar a escrever a redação nota 1000!

#2: Como fazer a ponte entre o contexto e o tema

Neste instante, o mecanismo de coesão impera ora catafórica, ora anaforicamente (tanto busca o falado quanto o projeta). Essa ponte se denomina, no método, marca de autoria. Ela pode ser geral e funciona como um curinga textual; ou ainda, ser específica ou original. Depende da maturidade do aluno com o método.

Considerações

As marcas de autoria coringas devem ser usadas, preferencialmente, na produção textual voltada ao ENEM, mas também, por serem práticas e por questão de tempo, o aluno poderá usá-las noutras provas. Já as específicas ou originais ganham ênfase em provas com exigências de informatividade e argumentatividade.

Confira alguns exemplos

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

Exemplo de introdução para redação do ENEM
Redação nota 900 de 1000 pontos.
Introdução redação ENEM nota 1000, como fazer?
Redação nota 1000!

#3: O tema na introdução

O eixo central do texto consiste em captar a intencionalidade da banca a partir do comando ora negritado, ora destacado, ou, às vezes, depreendido de imagens e textos.

Temas extraídos com o uso do Método

A técnica de baixa pela vertical e de ligação pela horizontal com acréscimo de adjetivo pontual gera a abordagem opinativa do aluno. Tão simples e prático que, em três ou quatro minutos, o aluno já constrói o tema e a outra versão para retomada de tema na conclusão.

Para tanto, o uso de sinônimos e/ou expressões validam a técnica e, portanto, o aluno necessita de um vocabulário coerente e rico. Isto se desenvolve em aulas de produção textual bem ricas de aportes de linguagem e em leituras direcionadas de bons textos.

Confira alguns exemplos

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

Temas de redação ENEM
Redação nota 1000!

Temática: Três propostas viáveis para o desenvolvimento do Brasil nos próximos quatro anos: uma para a saúde, uma para a educação e uma contra o crime e a violência, ACAFE 2015.

Como interpretar o tema da redação
Redação nota 8,5 de 10

#4: Como dividir o tema

A divisão de texto se orienta a partir da intencionalidade da banca na exposição dos textos de apoio. Esse caminho leva o aluno a atender as expectativas da banca de forma integral e acertada. Ele também pode gerar abordagens próprias. Não se trata de cópia, mas sim de compreensão do que se espera do candidato.

Às vezes, algumas bancas produzem só comando; outras pedem ao aluno para orientar-se pelos já expostos na prova de língua portuguesa. Por isso, a importância de saber onde se presta o vestibular e também abrir provas e editais dos locais onde se deposita o sonho da aprovação.

Divisões de temas a partir da especificidade de verbos expressivos

O uso de divisão do tema por meio de verbos expressivos é uma das tantas quantas versões de introdução do método redacional Radlinski. Assim, o aluno foge dos verbos gerais e já conhecidíssimos das Bancas. Trata-se de uma blindagem aos vícios de linguagem tão usados pelos alunos aquém de um bom texto.

Confira alguns exemplos

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

Redação nota 1000, como fazer a introdução
Redação nota 1000!

Temática: A intolerância religiosa, ACAFE/Inverno de 2015.

Como introduzir um tema na redação do ENEM
Divisão de tema com uso de verbo expressivo e duas divisões temáticas. Redação nota 9,0 de 10

#5: Concluindo a introdução

O comentário final de uma introdução fecha o parágrafo dissertativo expositivo próprio deste momento textual chamado introdução. Há cerca de 9 maneiras de produzi-lo pelo Método Radlinski. Tudo depende, novamente, da maturidade do aluno com o método. Se ele está no Gradual, ou já no Avançado.

O final da introdução

Um momento único para reforçar a tese sem criar uma nova ideia. Do contrário, ter-se-ia que criar mais um parágrafo de desenvolvimento. Trata-se de um estilo cuidadoso na escrita de uma ótima produção textual.

Confira alguns exemplos

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

Como terminar a introdução da redação
Comentário final a partir da técnica de uso do travessão e frase nominal ao
mesmo tempo – Redação nota 1000!

Temática: A intolerância religiosa, ACAFE/Inverno de 2015.

Redação ACAFE
Comentário final com conotação leve a partir do uso de figura no verbo – Redação nota 9,0 de 10.

#6: Argumentando

Se a introdução causa pânico a alguns, o desenvolvimento se caracteriza como a parte que vem à mente com facilidade pela memória, ainda que para muitos também seja assustador — e quase sempre pela falta de técnica, de metodologia. Tudo pautado por discussões temáticas sem práticas de escrita em sala de aula.

Longe de ser um manual, esta parte do Método traça caminhos seguros para sanar as angústias de vestibulandos desejosos de saber o que pode e deve ser feito neste instante de prova da dissertação.

Antes se falará, contudo, do ato de argumentar, com base numa metodologia de leitura pelo reconhecimento de tipos de argumentos, a fim de que o escritor visualize concretamente as ferramentas próprias de um desenvolvimento excelente. Só depois se entrará nas técnicas de construção de parágrafos.

Argumentar

Este momento se constitui no instante de seleção, compreensão e uso de provas em meio a uma discussão, a um debate. Quer na escrita, quer na oralidade. No texto escrito, o bom uso é consagrado pela Retórica (arte de persuadir); na defesa oral, a boa prática consiste no convencimento do outro e é averiguado pela Oratória. Na dissertação de vestibular, defesa escrita, confere-se o nome “desenvolvimento” ao local de emprego dos argumentos.

A argumentação processa-se por meio do discurso, ou seja, por palavras que se encadeiam, formando um todo coeso e cheio de sentido, que produz um efeito racional no ouvinte. Quanto mais coeso e coerente for o discurso, maior será sua capacidade de adesão à mente do ouvinte, porquanto este o absorverá com maior facilidade, deixando transparecer menores lacunas.

“Argumentar é procurar ter razão.”

Rodríguez, Victor Gabriel.

#7: O Desenvolvimento

Um bom parágrafo de desenvolvimento possui duas ou três partes.

A primeira consiste na construção da ideia inicial. Para algumas bancas, também chamada de tópico frasal; para outras, de ideia núcleo. Trata-se, pois, do fio condutor do parágrafo. Todo parágrafo possui uma única ideia e, portanto, esta é mais uma qualidade de escrita de um texto bem feito.

A segunda se caracteriza mesmo pela exposição de informações com comentários. Aqui há argumentação quando o aluno explora as seis formas retóricas do pensamento humano. A gramática oferece, por meio das duas grandes áreas de pensar, a coordenação e a subordinação, um leque gigante de possibilidades. Basta conhecer um mínimo dessa noção e expressar-se de modo livre transitando pelas conjunções respectivas.

O estilo do aluno produtor de texto está muito relacionado com sua capacidade de leitura, visto que, agora, a memória o ajuda e muito. As intertextualidades e interdisciplinaridades aparecem na mente. E amarrar o texto com palavras e frases consiste em mostrar a capacidade opinativa do leitor produtor de texto.

A terceira fase do parágrafo se dá na inferência por sobre o próprio parágrafo. O aluno pode dispensar este momento se já explorou bem seus argumentos.

Confira um exemplo

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

Desenvolvimento 01:
Ideia inicial – Parte sublinhada
Argumentos – Parte sem destaque
Ideia análise – Parte destacada pelo retângulo

Desenvolvimento redação ENEM nota 1000
Redação nota 1000!

Desenvolvimento 02:
Ideia inicial – Parte sublinhada
Argumentos – Parte sem destaque
Ideia análise – Parte destacada pelo retângulo

Argumentação redação vestibular
Redação nota 1000!

#8: A conclusão

Trata-se do instante de análise, resumo e/ou sugestão dentro de um texto dissertativo. Essas considerações finais confirmarão a tese escolhida e enfatizarão ainda mais os argumentos selecionados. Confira estas dicas:

Qualidades de conclusões em uma dissertação

Retomada do tema exposto na introdução: numa frase que defina de forma clara, concisa e exata a posição adotada no começo da dissertação.

Construir com alguns verbos expressivos: devido à ação contida nesses verbos, há opinião sutil por detrás do aparecimento deles, de modo que o aluno escritor encontra facilidade para ser contundente em suas declarações. Prefira o uso em terceiras pessoas do singular e/ou do plural.

Inserção de valores éticos: a presença de palavras como “respeito, justiça, ética, moral, responsabilidade, compromisso, humanidade, dignidade, solidariedade, sustentabilidade, entre outras, reforçarão uma postura de um cidadão capaz de lutar por um mundo mais justo.

Três ou quatro períodos: três ou quatro frases se constituem no padrão apropriado à escrita desta parte textual.

Sem informações novas: não há inserção de informação nova de forma alguma. Pelo contrário, nem se inicia a conclusão por informação (seria um novo parágrafo de desenvolvimento e não uma conclusão).

As reflexões se mostram consistentes e direcionadas à tese e às subteses, sem evasivas: afirmações, definições e generalizações vazias mostram a superficialidade do texto reflexivo.

Ela reflete por sobre todo o texto: nunca se conclui apenas sobre o último parágrafo de desenvolvimento.

Esta parte do texto também pode ser construída com orações que exprimam contrariedade, adição, explicação e finitude, além do pensamento subordinado como consequência, causa, finalidade, concessão, temporalidade, conformidade, proporcionalidade, condição e comparação: uma boa conclusão contém algumas conjunções que expressam essas relações lógicas à mostra do estilo de quem escreve o texto.

Ela é elaborada em um único parágrafo apenas: de três a cinco linhas se apresenta uma medida suficiente para elaboração de uma boa conclusão. Se no ENEM, mínimo de cinco e máximo de oito. Há aceitação de conclusões em até dez linhas pela correção oficial.

Recupera a inspiração com uma leve referência: a menção à inspiração mostra o vínculo reflexivo de resgate, de forma que enlaça o texto ainda mais.

Propostas: a conclusão solução no ENEM, apresenta a intervenção do candidato sobre a temática. Trata-se de uma palavra geral.

Meios: os meios comportam detalhes da realização das propostas. O aluno precisa ser bem descritivo do como se faz para alcançar o fim da proposta; logo, deve gastar o verbo na explanação bem detalhada. Pela experiência, um mínimo de três meios já atende a expectativa da Banca. Aqui não existe coringa, mas sim a inventividade do aluno e sua visão de mundo por sobre o problema temático. Um aluno leitor produtor de texto consegue facilmente apresentar verdadeiros projetos de governabilidade.

Confira um exemplo

Temática: Publicidade infantil em questão no Brasil, ENEM 2014.

No retângulo vermelho: retomada do tema.
Nos retângulos verdes: as soluções.

Conclusão redação ENEM nota 1000
Redação nota 1000!

Espero que tenha gostado da lição de hoje. Cuide para que você tenha sempre um bom repertório cultural para ter sempre boas informações na manga e assim poder construir qualquer argumento.

Eu sei o quanto é difícil quando estamos correndo atrás de um sonho. Dedicamos a maior parte do nosso dia e da nossa semana nos esforçando ao máximo, buscando sermos o melhor naquilo que nos propusemos a ser.

Studos: o melhor aplicativo para você estudar para o ENEM