Como criar um calendário de simulados na sua escola? - Studos

Como criar um calendário de simulados na sua escola?

Conseguir uma boa nota no vestibular, principalmente no Exame Nacional do Ensino Médio, é o principal objetivo da maioria dos estudantes do Ensino Médio. Por isso, as instituições de ensino precisam estar preparadas para ajudá-los nessa jornada e criar um calendário de simulados na sua escola é o primeiro passo. 

Fazer simulados periódicos é a melhor forma de preparar os alunos para as longas e exaustivas provas, que exigem concentração e foco constante. Já que, não basta que eles saibam todo o conteúdo, mas também consigam gerir o tempo disponível e se sintam confiantes sobre o estilo de questões. 

Continue lendo para entender como definir a melhor estratégia para criar um calendário de simulados na sua instituição de ensino. 

Como criar um calendário de simulados para a sua escola? 

A primeira pergunta que surge na nossa mente é: qual é a periodicidade correta para um cronograma de simulados eficaz? 

Não existe um número certeiro, o importante é analisar os processos da sua instituição de ensino e adequar essa estratégia à sua realidade.

Por exemplo, se seus professores demoram, em média, três semanas para corrigir um simulado, a coordenação não pode programá-los a cada duas semanas. Dessa forma, os estudantes sempre iniciariam um novo teste antes mesmo de receber o feedback do anterior. 

Ou seja, nesse caso, ou você planeja simulados a cada quatro semanas, ou otimiza os processos pedagógicos para reduzir o tempo gasto na correção dessa atividade.


Outro ponto importante para levar em consideração é como utilizar o simulado para, realmente, melhorar o processo de aprendizagem dos alunos. 

Algumas instituições de ensino sobrecarregam os estudantes com simulados no mês que antecede o Enem, mas não têm um acompanhamento pedagógico estruturado, e deixam essa responsabilidade para que ele, sozinho, avalie seus erros e acertos, o que muitos não fazem. 

Diante disso, é responsabilidade do coordenador pedagógico analisar os dados gerados pelo aluno durante todo o período letivo, achar soluções para que ele evolua e criar, junto com o estudante, um plano de ação para que ele alcance seus objetivos. 

O que quero dizer com isso é: não adianta aplicar cinco simulados um mês antes da prova, se você não definiu um calendário entendendo os processos e o funcionamento de algumas estratégias indispensáveis na rotina escolar. Pois, é com esse exercício que você vai enxergar as possibilidades dentro da sua realidade e, com isso, ter bons resultados. 

Conclusão 

Agora, você já sabe que é preciso analisar a rotina escolar antes de elaborar um calendário de simulados efetivo para seus alunos. Dessa forma, você realmente os ajuda a alcançar seus objetivos. 

Também é importante lembrar que a otimização dos processos pedagógicos é um passo importante para que a coordenação tenha mais autonomia sobre as estratégias que serão idealizadas. 

Quer saber como as tecnologias educacionais podem ajudar nesse desafio? Criamos um conteúdo completo sobre esse assunto, clique no banner e acesse o ebook gratuito. 

Ebook Como melhorar e medir o desempenho dos alunos

Talvez você goste também

Ebook: Como analisar os resultados do meu plano de ação escolar

Se você chegou até aqui é porque já entende a importância do plano de ação escolar para o sucesso da sua instituição de ensino. Porém, planejar é apenas uma parte do trabalho. Para que você alcance seus objetivos, é preciso ir além e medir periodicamente os resultados atingidos, identificar pontos de melhoria e construir um […]

Escrito por Bruna Nicoletti em dezembro 2, 2019

Como o COC Floripa utiliza dados para melhorar a aprendizagem dos alunos

O setor da educação está passando por muitas transformações, uma delas, é a utilização de dados para tornar o acompanhamento pedagógico mais assertivo. Isso, não só ajuda os gestores a entender cada aluno individualmente, como também aumenta os índices de retenção e as chances de aprovação no vestibular. Infelizmente, essa ainda não é a realidade […]

Escrito por Bruna Nicoletti em dezembro 2, 2019

Tecnologia em sala de aula. Por onde começar?

Apesar de estar tão presente no nosso cotidiano, desde o acordar até o dormir, a implantação de tecnologia em sala de aula ainda não é uma tarefa fácil e exige bastante criatividade e jogo de cintura do professor, ainda mais porque nos dias de hoje as crianças chegam em sala de aula conectadas e dominando […]

Escrito por Leonardo Prates em novembro 26, 2019

Banco de questões para escolas: quais os benefícios?

Arrisco dizer que todo coordenador, em algum momento da sua carreira,  já começou a organizar um banco de questões para sua escola. A grande questão é que, a maioria deles se perde em meio a tantas pastas e, aos poucos, vai deixando esse projeto tão importante de lado.  Em outros casos, quando o banco é […]

Escrito por Bruna Nicoletti em dezembro 2, 2019

Ebook: Como avaliar o desempenho dos alunos com a Studos

Você provavelmente já ouviu falar em business intelligence, ou BI, e como ele ajuda as empresas a tomarem decisões mais assertivas e planejar o futuro. Pode parecer um processo simples, mas coletar, analisar, organizar e compartilhar dados é um grande desafio para qualquer tipo de negócio, inclusive para instituições de ensino.  Existem muitos passos e […]

Escrito por Bruna Nicoletti em novembro 26, 2019

Processos pedagógicos: caso Pró Floripa

Muitos colégios e cursos pré-vestibulares estão buscando otimizar os seus processos pedagógicos para facilitar a vida dos professores e melhorar o ensino e aprendizagem dos alunos. Essa mesma necessidade também surgiu no pré-vestibular Pró Floripa. Conforme o seu crescimento, foi preciso focar na otimização dos seus processos pedagógicos. Mas antes de falar quais eram os […]

Escrito por Leonardo Prates em dezembro 5, 2019