Plano de ação escolar: como traçar objetivos

Você tem dúvida de como fazer um plano de ação escolar? Ou não sabe como começar direito? Fique tranquilo, aqui você saberá tudo sobre ele!

Para entender a importância de um plano de ação escolar, eu quero que você pense que é o dono de uma loja de roupas e que é o responsável por toda administração. Assim, você precisa pensar em diversos aspectos para que a empresa funcione e dê lucro.

Entre tantos objetivos que você tem na loja, um deles é o mais básico: vender mais peças de roupas. Mas como você conseguirá isso? É nessa parte que o plano de ação é essencial para organizar como você vai conseguir alcançar o seu objetivo e no final, ter uma loja de roupa de sucesso.

Em uma escola não é diferente. Uma escola também é uma organização e, por isso, é necessário ter um plano de ação escolar para administrar e direcionar suas atividades, para que seja possível alcançar as suas metas e seus objetivos ao final do ano letivo.

O que é um plano de ação escolar?

O plano de ação escolar é um documento onde são planejadas as atividades que serão realizadas para atingir as metas e os objetivos da escola. Dessa forma, os coordenadores e professores, com facilidade, conseguem acompanhar se os resultados esperados para a escola naquele ano serão atingidos.

É importante que o plano de ação escolar seja documentado, pois assim, você consegue ter um controle sobre o que está sendo feito. Mesmo sendo feito uma vez no ano, o documento pode ser flexível, sofrendo alterações ao longo do período letivo, conforme for o planejamento da escola.

O plano de ação escolar vai facilitar (e muito) a gestão da escola, pois, ao final do ano, estará claro quais foram as metas alcançadas, quais as metas não foram atingidas e quais objetivos foram conquistados. Com esse histórico em mãos, será muito mais fácil fazer o plano de ação escolar para o ano que vem. E o melhor: você poderá tomar ações corretivas para o que não se cumpriu como o planejado. Além disso, você poderá estabelecer novos objetivos para fazer sua escola crescer ainda mais!

Como definir objetivos?

A primeira pergunta que você deve fazer é: o que eu espero que a minha escola tenha conquistado ao final desse ano? As respostas para essa pergunta podem ser diversas. Vamos pegar esses quatro exemplos:

1) Quero aprovar mais alunos para o curso de medicina;
2) Quero aprovar mais alunos no vestibular;
3) Quero aumentar o número de alunos na escola;
4) Quero diminuir os gastos com papel na instituição.

Os objetivos também podem estar ligados a conteúdos, ensino, professores, etc.. Tudo o que você espera de resultados para melhorar a escola até o final do ano. É possível fazer a lista com infinitos objetivos e, no final do plano de ação escolar, priorizar aquelas metas que são mais importantes e que estão dentro do orçamento da escola.

Com a sua lista de objetivos pronta, é hora de definir as Metas e como você vai conseguir atingir os resultados.

plano de ação escolar

Como definir metas?

Agora é hora de destrinchar todos os objetivos e estipular suas metas. O objetivo 1, citado anteriormente, será o nosso exemplo. Agora vamos definir suas metas e quais atividades serão feitas para conseguir atingir os resultados esperados.

Exemplo:

Objetivo 1: – Aprovar mais alunos para o curso de medicina.

Meta 1: –  Aprovar 50 alunos do terceirão para o curso de medicina.

Meta 2: – Melhorar o desempenho acadêmico dos alunos que querem prestar vestibular para medicina em 10%.

Como:
1) Realizar 2 simulados no modelo Enem por mês para os alunos do terceirão;
2) Alunos com baixo desempenho nos simulados deverão participar de aulas específicas para a disciplina que tem dificuldade;
3) Os alunos sempre terão a disposição um tutor para tirar dúvidas;
4) Usar uma ferramenta tecnológica para auxiliar na melhoria de desempenho e identificar as reais competências e habilidades de cada aluno.

É importante que os professores estejam envolvidos nesse momento do “como”, pois são eles que aplicarão as metodologias e os conteúdos para alcançar as metas estabelecidas. Nessa parte de conteúdo, o professor pode contar com diversas opções, desde os bons livros e até mesmo contar com o auxílio de tecnologias educacionais para dar mais dinamismo e facilitar o ensino na sala de aula.

Outro fator que deve ser considerado é o orçamento e os recursos disponíveis. Não adianta colocar objetivos e metas que a escola não pode cumprir, isso ao final do ano, acarretará desmotivação aos professores e coordenadores. Lembre-se: defina objetivos e metas possíveis de serem alcançadas pelos seus alunos, professores e coordenadores.

Não esqueça de definir datas!

Para o plano de ação escolar sair do papel, é importante estabelecer datas para todas as ações. Coloque em um cronograma as datas, a atividade a ser desenvolvida, a metodologia, onde será aplicado e o responsável por ela. Assim você consegue seguir o seu plano corretamente e de forma organizada, facilitando que os seus objetivos sejam conquistados.

Hora de executar o plano de ação escolar!

Agora que tudo está feito, é hora de colocar em prática e acompanhar! Não adianta nada se dedicar na construção do plano de ação escolar e não acompanhar se realmente está sendo cumprido. Se você acompanhar periodicamente, será muito mais fácil identificar algo que não está indo muito bem e tomar decisões para melhorar aquela ação imediatamente. Não esqueça de escrever todas as suas análises, pontos fortes e fracos do plano, eles serão importantíssimos para a criação do plano escolar do próximo ano.

Espero que tenha ajudado! Abraços

plano de ação escolar