Juliana Martins

Resumo de Vitaminas

Vitaminas

No blog de hoje, a Studos traz em primeira mão mais um resumo dos bons para você detonar qualquer concorrente quando o assunto é Vitaminas.

Vitaminas são compostos orgânicos e nutrientes essenciais de que o organismo necessita em quantidades limitadas. Um determinado composto químico orgânico é denominado vitamina quando o organismo não consegue sintetizar esse composto em quantidades suficientes. Assim, o termo “vitamina” depende das circunstâncias de cada organismo específico.

Por convenção, o termo “vitamina” não inclui nem outros nutrientes essenciais, como os sais minerais, ácidos gordos essenciais ou aminoácidos essenciais (que são necessários em maior quantidade do que as vitaminas), nem o grande número de outros nutrientes que promovem a saúde, mas são necessários em menor frequência para manter a saúde do organismo.

Espia tudo o que vamos falar no resumo:

Gabarito: Sim! O gabarito do último resumo, o de botânica, você encontra no resumo de hoje;

Vitaminas: vamos ver pontos do que são as vitaminas e estudar todos os grupos de vitaminas: Lipossolúveis: Vitamina A; Vitamina D; Vitamina E; Vitamina K.
Hidrossolúveis: Vitamina B1; Vitamina B2; Vitamina B3; Vitamina B5; Vitamina B6; Vitamina B12; Vitamina C.

No resumo cada vitamina será detalhada e vamos mostrar as doenças que acompanham a falta das vitaminas, também conhecidas como avitaminoses: cegueira noturna, raquitismo, problemas hemorrágicos, beribéri, queilose, pelagra e escorbuto, além de estudar quais são as fontes de obtenção de cada vitamina.

O resumo também tem uma dica para gravar cada de qual vitamina é cada avitaminose!

Não esqueça: após ler e estudar o resumo, pratique! A Studos está aqui para te ajudar com isso e muito mais! Baixe o aplicativo IOS, Android  ou acesse pelo desktop aqui.
Um abraço e #BonsStudos



 

6 fatores que afetam a sua produtividade acadêmica

Produtividade acadêmica: Quem nunca sentou para estudar e acabou perdendo o foco com os acontecimentos e informações ao redor?

Em tempos de WhatsApp, Snapchat e afins, quem não tem disciplina e autocontrole se perde nas atividades que tem para fazer e acaba atrapalhando a sua produtividade acadêmica.
Pela lógica, seria muito simples: é só interromper tudo que nos atrapalha. Mas na prática não é bem assim. Por isso, fizemos uma lista de fatores que podem atrapalhar a sua produtividade nos estudos. Assim você consegue identificar os problemas de forma mais fácil e, corrigi-los rapidamente. Confira 🙂

1 – Interrupções

O efeito das interrupções no estudo já foram quantificadas cientificamente. Em um teste feito com grupos de estudo, as pessoas que foram interrompidas tiveram um desempenho muito menor, ao contrário do que quem estudou em paz. Quando você é interrompido, você perde sua linha de pensamento.
Por isso, evite tudo que possa te interromper: lugares com muitas pessoas, aplicativos que te enviam notificações, etc. Se for para usar a internet, use-a como aliada. Deslogue suas contas nas redes sociais e feche todas as janelas que não diz respeito aos seus estudos.

2 – Barulho

Ruídos nos afetam inconscientemente. Se você é exposto por muito tempo à poluição sonora, de forma intensa, isso pode lhe causar até dor de cabeça, tal é o efeito do barulho em nosso organismo.
Importante dizer que alguns sons e música não precisam ser considerados como barulho; sons e barulho são coisas diferentes. Para alguns, ouvir música pode até ajudar.

3 – Bagunça

Tudo que estiver ao seu redor está lhe roubando atenção. Enquanto você lê seu livro, seu cérebro está captando a mensagem dos objetos espalhados ao redor do seu quarto. Isso diminui o desempenho do seu raciocínio, porque são mais informações que seu cérebro está processando.
Então já sabe né? Antes de estudar, meu quarto devo arrumar!

4 – Falta de planejamento

Estudar sem definir as metas do seu estudo e sem planejar assuntos e matérias a serem estudadas é um grande erro. Se você não definir um prazo para estudar determinado volume de assuntos, você perde o controle das suas atividades e provavelmente não conseguirá estudar tudo que deveria.
Trabalhar com objetivos e prazos te ajudará a ter mais disciplina e foco. Lembre-se: o Studos pode te ajudar com isso 😉

5 – Má qualidade de sono

Dormir menos que 5 horas é ruim, mas saiba que dormir em excesso – mais que 9 horas -, também é.
Uma noite mal dormida afeta seu raciocínio, memória, metabolismo e seu humor. Invista em uma boa noite de sono e acorde com mais disposição e capacidade de raciocínio.

6 – Falta de nutrientes

Estar em dia com sua saúde é fundamental para seu desempenho nos estudos.
Você sabia que algumas deficiências de nutrientes podem estar te trazendo falta de foco e cansaço? Deficiência em vitamina D, por exemplo, afeta memória e capacidade de raciocínio e, em alguns casos, causa até depressão. Cuide bem da sua saúde!

Conclusão

Algumas dificuldades são inerentes à sua realidade. Mas se é possível resolvê-las, faça o possível! Caso não seja, aprenda com as dificuldades, tenha foco e vá atrás do seu objetivo!
Esperamos ter ajudado você a identificar as coisas que podem estar afetando sua produtividade acadêmica.
Para te dar uma mão e melhor ainda mais o seu desempenho, por que não, baixar o aplicativo do Studos? Lá você treina, analisa e revê tudo que é importante, e o melhor? É gratuito! Baixe já: IOS Android Windows Phone
Um abraço e #BonsStudos
Equipe Studos
 

Imagem: http://www.freepik.com/free-photos-vectors/business

Tecnologia na hora de estudar: combina?

Tecnologia e estudos combinam sim! E agora…Como usar a tecnologia a seu favor na hora de estudar?

Você já pensou em usar a tecnologia a seu favor na hora de estudar? Se ainda não parou para pensar nisso, sugerimos que comece a ficar bem atento. Uma galerinha já está contanto com o apoio e as dicas da tecnologia educacional para se preparar para os principais vestibulares e concursos públicos do país.

Todos os dias estudantes descobrem o quão fácil é evoluir nos estudos usando aplicativos. Através de análises estatísticas que destacam os pontos fortes em cada disciplina, e os assuntos com maiores dificuldades ao final de uma prova, tarefa ou simulado. Além de que treinar e saber no mesmo instante onde está errando, é como ter um “personal treiner” a todo instante ao seu lado.
O segredo de seguir evoluindo nos estudos é saber atacar os pontos mais fracos. Mas para isso é preciso conhecê-los e saber com que tipo de tecnologia é possível contar. E é sobre isso que vamos falar hoje!
Agora, como usar de forma eficiente as ferramentas educacionais para ganhar força nos estudos?
Como já foi comprovado cientificamente em estudo realizado pela psychological science, o treino é a técnica mais eficiente para evoluirmos nos estudos. Sabendo disso o negócio agora é partir para o próximo passo e treinar muito resolvendo as provas anteriores e, claro, ficar sempre de olho nas estatísticas fornecidas ao final de cada prova que os aplicativos costumam fornecer.
Claro que o aplicativo que te entrega tudo isso de bandeja é o Studos!! Um exemplo do que a nossa tecnologia educacional pode fazer por você:

 tecnologiaComo interpretar os resultados ao lado?

Veja o assunto termodinâmica e radioatividade: eles indicam os pontos fracos. É por aí que devemos focar os nossos estudos se esses fossem os nossos resultados.

E como resolver mais questões?

O App Studos tem quase 70 mil questões dos principais vestibulares separadas por assunto e nível de dificuldade. O mais legal é você pode usar a ferramenta de filtros e  filtrar: questões, os vestibulares, ano e nível de dificuldade.
Óbviamente, você deve continuar praticando os outros temas, que chamamos de pontos fortes, mas com menor intensidade, principalmente se o desempenho continuar sendo positivo!
 

Não perca mais tempo e comece a treinar hoje mesmo! Nosso App pode ser encontrado em todas as web stores (IOS Android Windows Phone) e também pode ser usado no computador, por aqui: https://www.studos.com.br

Um abraço e #BonsStudos,
Equipe Studos

Estudar sozinho: 3 passos para passar no vestibular

Estudar sozinho: uma tarefa difícil!

Estudar sozinho é a opção de muitos jovens que já se formaram no ensino médio, e ainda não ingressaram na universidade, ou que estão tentando outra graduação. Quando você é dono do próprio horário e não tem quem te oriente dia a dia, pode ser difícil ter uma rotina de estudo. Mas isso é possível e vamos mostrar para você como fazer isso da melhor forma!
Listamos aqui embaixo 3 passos para estudar sozinho, que vieram de alunos que tiveram sucesso estudando sozinhos para o vestibular 🙂

1 – Antes de tudo, prepare sua mente para estar realmente motivado

Em primeiro lugar, você tem que ter em mente que pra ingressar em qualquer curso concorrido, persistência será a palavra chave. Se o que você quer é medicina, por exemplo, você tem deve se imaginar sendo médico e fazendo aquilo que mais sonha.
Isso nos ajuda a superar os momentos mais difíceis e cansativos. É comum que alguns alunos fiquem 4 anos estudando para realizar o sonho de ingressar em uma universidade para medicina, ou algum curso mais concorrido.

2 – Seja organizado

Você tem que planejar sua vida de estudante. Uma coisa boa é montar uma rotina dividida para conteúdos teóricos e prático. Os teóricos consistem em estudar os temas de cada disciplina, e o conteúdo prático, em resolver os exercícios sobre os temas recém-estudados.
> Resolva agora: provas anteriores da Unicamp e da Fuvest

3 – Monte um planejamento

Com auxílio de uma tabela com os dias da semana, organize suas estratégias. Cada aluno tem a sua e, à medida que vai evoluindo nos conteúdos e adquirindo experiência e domínio sobre os conteúdos, passa a modificar as estratégias iniciais.

Exemplo de planejamento de estudo. Observe que este modelo organiza o estudo pelos turnos ao longo do dia.

PERÍODO DA MANHÃ

SEGTERQUAQUISEXSAB
PERÍODO MATUTINO – CONTEÚDO TEÓRICO
BIO/GEOFISHIST/LEMATQUIPOR/RED
7:30 – 12:007:30 – 12:007:30 – 12:007:30 – 12:007:30 – 12:007:30 – 12:00

A cada uma hora ou uma hora e meia, procure levantar e se esticar, mas não passe de 10 minutos. Escolha um momento, no meio da manhã, por volta das 10h, para se alimentar, alongar, dar uma volta, tomar um ar e escutar uma boa música para repor as energias. Pode ser até 30 minutos. O importante é que você curta o seu intervalo! Também é muito importante ter uma alimentação saudável e leve para encarar toda a jornada de estudos.

PERÍODO DA TARDE

Já no período vespertino, por que não treinar o conhecimento estudado pela manhã pelo Studos App?
Podemos comparar o estudante aos atletas profissionais. Um bom atleta tem que estar sempre repetindo os mesmos exercícios pra não errar na hora da competição. Um aluno é fera porque resolveu muitos exercícios e, por isso, já conhece os caminhos certos para acertá-los se encontrá-los numa prova. Quanto mais treino, mais chance de acerto.
Também ressaltamos que uma das maneiras para nunca mais esquecermos uma questão é errando. Mas pra isso funcionar, temos que descobrir por que erramos. Então sempre se pergunte: Por que errei? Vai lá e descubra! Refaça a questão com atenção e você verá que essa questão, até mesmo um assunto, irá ficar em sua mente por um longo tempo. Será uma aprendizagem significativa.
Novamente, organize sua tarde, como você fez com o período matutino.

SEGTERQUAQUISEXSAB
PERÍODO VESPERTINO – CONTEÚDO PRÁTICO
BIO/GEOFISHIST/LEMATQUIPOR/RED
13:30 – 18:0013:30 – 18:0013:30 – 18:0013:30 – 18:0013:30 – 18:0013:30 – 18:00

Aproveite seus intervalos para relaxar e, assim como na manhã, não ultrapasse de 30 minutos.
Escolha um momento, no meio da tarde, por volta de 15h30, para se alimentar e repor as energias. Não se esqueça também de manter uma alimentação correta que dê saúde para encarar o seu desafio.

PERÍODO DA NOITE

Não pense que acabou, ainda tem a noite!
A ideia é se atualizar assistindo a um noticiário, ler um jornal ou uma revista semanal e ler os livros solicitados pela universidade que você pretende fazer o vestibular.

Conclusão

A proposta acima é baseada em observações ao longo dos anos como professor. Reforçamos que não existem receitas prontas para passar nos cursos mais concorridos porque cada pessoa tem seus próprios pontos fracos, fortes e momentos de maior produtividade. Caberá a  você ir descobrindo a sua evolução.
Vários alunos que depois de tantos cursinhos passaram a estudar sozinhos, focados em resolver exercícios, escrever uma boa redação e não deixar um acontecimento importante da atualidade passar em vão. Resultado: aprovados!

E para que você treine muito, o Studos possuí um banco de questões com centenas de vestibulares de todo o Brasil e simulados ENEM, sendo que tudo pode ser separado por assunto com análise dos seus resultados ao final.

Não vai perder tempo né? Baixe já: IOS Android Windows Phone

Um abraço e #BonsStudos
Profº Wilson
Co-fundador do Studos
 

Autoestima nos estudos: 5 passos para não deixar a peteca cair!

Autoestima: para uns uma dádiva, para muitos um problema.

No colégio/cursinho, geralmente o acompanhamento do desempenho dos alunos em todas as disciplinas são analisados e discutidos durante as reuniões bimestrais ou trimestrais dos professores. Já nos conselhos de classe, professores e coordenadores sentam para compartilhar e discutir se o aluno com baixo rendimento passará ou não para a próxima série.
Essa prática ainda é muito comum e acontece desde a época em que os seus avós frequentavam a escola.  Não querendo dizer que esse acompanhamento tenha que deixar de acontecer e, muito menos, que seja considerado um atraso para as escolas, mas muito pelo contrário, é  importante demais para a comunidade escolar esses tipos de encontros e reuniões avaliativas com o intuito de analisar, conhecer e decidir a vida escolar dos nossos estudantes.
Porém imagine o seguinte: E se você, o aluno, fosse envolvido nesta análise? Será que seria mais fácil controlar os seus estudos e, por consequência a sua autoestima, se você conseguisse analisar os seus resultados?
Pensando na autoestima durante os estudos para o vestibular (que muitas vezes podem abaixar, devido à alta carga horária de estudos, estresse, etc…) elaboramos 5 passos para te ajudar a não deixar a peteca cair!

Passo 1 – Planejamento

Planeje! Trace os seus objetivos em um papel com propósitotópicos a serem executados e data de finalização.
Monte um calendário de estudos e não se disperse. Entenda que muitas horas de caderno e apostilas abertas, não significa que o estudo está sendo efetivo. Então foque nos objetivos destacados que o seu estudo será melhor aproveitado.
Além disso, não esqueça de estipular e respeitar os horários para o uso do celular, da internet e de tudo aquilo mais que você considerar uma distração.

Passo 2 – Meta

Saiba para que direção você está indo. Faça uma listinha com as matérias que precisa estudar, defina os assuntos mais importantes e monte um calendário de estudos com metas. Calcule quantos meses você terá até a data do seu vestibular, quantos dias da semana vai se dedicar aos estudos e por quantas horas.
Lembre-se de traçar metas possíveis, como: “Vou cobrir todo o assunto sobre DNA até terça-feira”.
Metas absurdas só vão te deixar cansado e desmotivado e assim o estudo não rende.
E de novo, tenha as suas metas perto do seu campo visual. Escreva em um papel tudo que deseja alcançar naquela semana, com data de término, e cole em algum lugar visível, para sempre que passar o olho, lembrar dos seus afazeres.

Passo 3 – Determinação

Esse talvez seja o passo mais difícil, pois não depende de um papel com uma data de expiração e sim, de você e da sua forte inclinação a alcançar o objetivo desejado. 
autoestima
Junto com a determinação vem o treino. E o treino. E mais treino. Porque a redação nunca sai perfeita de primeira e nem sempre você calculou corretamente os radianos, o seno e o coseno. Por isso treine muito, revise, grife, grave mnemônicos… Faça o que for necessário para aperfeiçoar as suas técnicas de completar questões e escrever textos.
E o mais importante? Não desista!! Muitas vezes pode parecer chato ficar horas a fio estudando uma mesma matéria, mas é inacreditável passar para medicina sem ter uma biologia afiada. O que nos leva ao 4º passo:

Passo 4 – Desempenho

Sempre analise seus resultados. Esta é a única forma de saber o que está acontecendo na sua vida acadêmica e se as metas definidas lá no 2º passo estão se concretizando.
Se o seu rendimento tem sido alto, ótimo! Continue a estudar da mesma forma. Caso o seu rendimento esteja baixo, ou mediano e você queira aperfeiçoar, dê uma olha nos seguintes fatores:

  • Tenha estatísticas em mão. Dados que comprovem o número de acertos que você teve, em quanto tempo fez a prova, qual matéria você tem um melhor aproveitamento, etc.
  • Dedique-se extra nas matérias em você é mais lento, ou nos temas que considera mais complicados.

Sabendo exatamente onde está o seu desvio de produtividade, você consegue acertá-lo, treinar um pouco mais e finalmente conquistar as suas metas e objetivos.

Passo 5 – Replanejamento

Metas compridas e objetivos alcançados? Show!!! Agora é hora de recomeçar. Defina novas metas e objetivos, cada vez mais detalhados e com maiores níveis de dificuldade. E se alguma meta ou objetivo ainda não está 100%, não se preocupe: Replaneje! 
Pare um pouco e reflita: Talvez alguma meta esteja muito alta, ou talvez muito baixa; Talvez os seus objetivos não sejam mais aqueles que você primeiramente selecionou, afinal, a vida muda, e nossas escolhas também! Dessa forma, repense os seus objetivos finais e dedique-se mais um pouco até o ponto final.

Mensagem do Studos para todos os petequeiro de plantão:

Nunca desista! Se a peteca cair, ajunte-a do chão e dê um novo saque para o sucesso! Nós da Plataforma Studos, sempre estivemos focados em ajudar quem mais precisa ser ajudado e oferecer ferramentas e estratégias que possam rapidamente resgatar e elevar a sua autoestima, deixando os medos, as dificuldades e os concorrentes para trás!

Por isso, não se esqueça: defina as suas metas, meça o seu desempenho e acompanhe analiticamente os seus resultados. Ah, e não esqueça de baixar o app do Studos, que lá você faz tudo isso e muito mais 🙂

Disponível em: IOS Android Windows Phone
Um abraço e #BonsStudos,
Equipe Studos

BioStudos – Botânica para todos

Botânica – BioStudos

Quando o assunto é Botânica: briófitas, pteuridófitas, xilema e floema… Você…?
botânica
Calma, calma… Para você não se desesperar quando o assunto for Biologia, lançamos o nosso primeiro mega resumo. E o assunto? Botânica!
Espia tudo o que vamos falar no resumo:
Classificação Vegetal: O reino Plantae ou Metaphyta,  caracteriza-se por apresentar organismos eucariontes (núcleo envolvido pela carioteca), autótrofos e pluricelulares. Os primeiros vegetais surgiram na água, originando as atuais algas verdes, vermelhas e pardas. Entendeu 100%? Se não entendeu, mais um motivo pra baixar o nosso resumão e tirar de letra essa parte…
Briófitas: O que são? Onde vivem? Como se reproduzem? Sem falar no apoio visual de tudo isso. Entenda o comportamento das briófitas, qual a sua estrutura e como é a reprodução dos musgos.
Pteridófitas: Entenda também o que são, onde vivem, e como se reproduzem. Ciclo de vida, estrutura e reprodução das pteridófitas estarão presentes no resumo.
Atividades: Duas atividades para você treinar muito o que aprender sobre o reino plantae.

Quer mais? Então baixe gratuitamente o resumo de botânica do Studos! 

botânica baixe aqui
Ah, e não esqueça… Para acompanhar ainda melhor as suas metas e objetivos, baixa o app do Studos aqui: IOS Android Windows Phone
Um abraço e #BonsStudos,
Equipe Studos