Blog

Home  /  ENEM   /  TRI (ENEM): Como funciona a Teoria de Resposta ao Item

TRI (ENEM): Como funciona a Teoria de Resposta ao Item

Ao contrário dos vestibulares em geral, a nota do Enem em cada questão não representa o número de questões que o estudante acertou na prova. Cada questão depende do grau de dificuldade, obtido pela relação das questões que se erra e acerta. Portanto, estudantes que acertam o mesmo número de questões podem obter notas diferentes.  Por exemplo: na área de matemática, a maior nota em 2014 foi 973,6. Isso significa que os estudantes que acertaram  todas as 45 questões, obtiveram 973,6  pontos e não 1.000.Essa análise é baseada na teoria denominada de TRI (Teoria de Resposta ao Item) e a cada edição do ENEM essa pontuação se altera, como pode ser observado através da tabela abaixo que apresenta as maiores e menores notas do Enem 2014 e 2013:

Área de conhecimento – 2014 Nota Mínima Nota Máxima
Ciências da Natureza e suas Tecnologias 330,6 876,4
Ciências Humanas e suas Tecnologias 324,8 862,1
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 306,2 814,2
Matemática e suas Tecnologias 318,5 973,6
Área de conhecimento – 2013 Nota Mínima Nota Máxima
Ciências da Natureza e suas Tecnologias 311,5 901,3
Ciências Humanas e suas Tecnologias 299,5 888,7
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 261,3 813,3
Matemática e suas Tecnologias 322,4 971,5

Fonte: http://portal.inep.gov.br/

Em geral, a nota média dos exames fica ao redor dos 500 pontos. Sendo assim, quando o estudante obtém uma nota acima desse valor, caracteriza maior desempenho em relação à média dos participantes. Mesmo raciocínio vale para desempenhos menores que 500, que aponta desempenho pior em relação ao obtido pela média.
Países como Estados Unidos, França, Holanda, Coreia do Sul e o exame de proficiência em língua inglesa (Toefl), utilizam a TRI.

Entendido o cálculo? Se você ainda tiver dúvida, poste nos comentários que responderemos!

Leia também:

Curso gratuito: como escrever uma redação nota 1000 no ENEM

Um ponto de vista sobre o vestibulando

Post a comment