Blog

Home  /  Depoimentos   /  Caique – Aprovado Medicina UFSC 2015/2

Caique – Aprovado Medicina UFSC 2015/2

E aí pessoal do Studos!

Fiz 2 anos e meio de cursinho e sou calouro em med na 15.2 da UFSC.

Fazer cursinho é um estilo de vida. É um tempo que a gente aprende  a estudar. Eu fiz extensivo no coc e algumas disciplinas isoladas. A rotina basicamente é voltada pras aulas e pros exercícios, o que pode ser difícil de acostumar. Eu mesmo vim de um terceirão de varias festas e tenho vários amigos que ja estavam na faculdade e viviam me chamando pra fazer uma social, mas o legal é se manter constante nos estudos durante o ano, afinal todos esses sacrifícios tem prazo de validade(no caso da UFSC, 17 de dezembro). Claro, é importante fazer uma atividade física pra relaxar e aos finais de semana achar um tempo pra ficar com a família e fazer algo que não te lembre o vestibular, mas não te comprometa na segunda de manha (um seriado no netflix ou um cinema).

11095678_10200276265626705_1552187939_n

Caíque, passou em Medicina na UFSC 2015.2

O legal de ter um padrão constante de estudo (uma meta de exercícios pra o dia ou se propor a estudar uma parte da matéria que você sabe que não sabe) permite que você não pire em novembro e queira estudar toda a matéria da vida em uma semana. Alias, o que fez toda a diferença pra mim foi reduzir o ritmo de estudo puxado perto da prova. Fazer a prova tranquilo faz toda diferença, desde a roupa confortável até a tranquilidade. Alguns cursos fizeram uma diferença absurda pra mim durante a preparação pro vestibular. O coc tem uma estrutura muito bacana, te dá conforto pra estudar lá qualquer hora do dia e aprofundar a matéria com alguma pesquisa quando necessário na sala de video, fora isso os professores são bem atenciosos. O Cem transformou o jeito que eu encarava a matemática, os professores Baiano e Erivaldo são fantásticos, e o clima das aulas é bem descontraído -o que ajuda muito na tensão do vestibular. O material deles é muito bom e os monitores são absurdamente pacientes pra ajudar nos exercícios. Fiz Q2 com os professores Miron e Calegaro, que foi outro curso revolucionário, porque eu tinha muita dificuldade. A atenção dos professores era fora de serie, quando eu tinha duvida chegava a ficar mais de a hora por aula tirando duvida com eles, isso fez toda a diferença.

O BioStudos foi outro curso espetacular. O dialogo na sala com o professor Wilsinho tirava todas as duvidas que eu tinha e fixava muito bem a matéria, fora o material fantástico com os resumos e exercícios selecionados. Eu gostava muito das isoladas por serem salas menores e poder mais facilmente ficar no pé dos professores. Bom, o importante é não pirar com a matéria atrasada -esse mito da matéria em dia não existe e só faz a gente se sentir mau. É fundamental que cada um estude no seu ritmo -o meu não era o mesmo dos meus amigos- e ache um tempo na semana pra fazer as provas antigas da faculdade que sonha, porque conhecer a prova é meio caminho andado. E o mais importante, é acreditar que vai dar certo. O que mais tem é alguém querendo falar que é muito concorrido ou uma tia falando que seu primo passou em primeiro lugar geral e você ai no cursinho… Não da tempo de ficar pra baixo com essas coisas. Eu orei muito e acreditei muito que Deus sabia o que era o melhor pra mim no tempo certo, e deu certo! Encarar o cursinho tranquilo e buscar aprender tudo que esta acessível deixa de ser uma tortura e faz a gente sentir saudade depois. Estudar geopolitica, matematica, biologia e redação num mesmo dia é só no cursinho! E, como eu disse, é algo temporário, um degrau antes de chegarmos ao curso dos sonhos. Abração pessoal, bons studos!

Post a comment